Oxygen BioChem

Oxygen BioChem

Oxidação Química associada a Bioremediação

Área: Investigação e Remediação

Aplicação: Energia Engenharia e Projetos Especiais Indústria Alimentícia Mineração e Siderurgia Óleo e Gás Papel e Celulose Química e Petroquímica Saneamento

Marca: CARUS

Aplicações recentes na oxidação química in situ tem se mostrado uma estratégia eficaz para remediação de contaminantes orgânicos na água subterrânea e solo.


A aplicação da oxidação nas áreas fonte de contaminação resulta em benefício imediato para as águas subterrâneas pelo rápido abatimento da massa de contaminantes e, através da migração do oxidante através do aquifero, os contaminantes a jusante são reduzidos ou eliminados, contendo o avanço da pluma.


O OBC (Oxygem BioChem) é um produto formulado através da combinação do Persulfato de Sódio e Peróxido de Cálcio.  O OBC promove a oxidação química dos contaminantes em função do seu potente poder oxadativo e ainda libera receptores de elétrons (oxigênio e sulfatos), permitindo a oxidação biológica de longa duração dos contaminantes.


Reações Químicas


O Persulfato de Sódio é um importante e conhecido oxidante para uso in situ em remediação de compostos orgânicos voláteis e semi-voláteis em solo e/ou água subterrânea.  O Persulfato é o oxidante mais potente da família dos peróxidos, com um potencial elétrico de 2,12 volts.  A oxidação direta do persulfato envolve duas trocas de elétrons, conforme a reação a seguir:


2 S2O82- + 2 H+ + 2e -> 2HSO4


No entando, na maiora dos casos, a destruição dos contaminantes exige que o persulfato seja ativado para que os radicais oxidantes sejam liberados.  Os radiacais de sulfato são oxidantes poderosos, com potencial de oxidação de 2.6 volts.  O persulfato ativado é catalizado pela base do peróxido de cálcio, conforme a reação abaixo:


S2O82- + calcium peroxide activator -> 2SO4

 

O persulfato ativado permanece ativo na subsuperfície por meses, resultando numa reação potente e estável.


O peróxido de cálcio, por sua vez, traz vários benefícios ao meio.  Primeiramente, oferece a alcalinidade e o peróxido necessário para ativar o persulfato.  Em segundo lugar, quando hidratado, promove uma fonte de liberação lenta e contínua de peróxido de hidrogênio e hidróxido de cálcio, os quais se decompõem em oxigênio e água, promovendo a bioremediação contaminantes de hidrocarbonetos de petróleo.


CaO2 + 2 H2O -> Ca(OH)2 + H2O2


O hidróxido de cálcio resultante que é produzido permite várias funções em sub superfície.  Aumenta a concentração total de ions dissolvidos, fazendo com que a formação fique menos susceptível a lichiviar metais da matriz de solo para o aquífero.  Ainda, o cálcio causará a precipitação do sulfato que é produzido durante o consumo do persulfato.  A precipitação do sulfato de cálcio (gesso) auxilia na redução das concentrações dos sulfatos em águas subterrâneas os quais tipicamente impactam a qualidade da água subterrânea para consumo humano.


O OBC é um produto que promove a oxidação química de contaminantes, ao mesmo tempo que libera receptores de elétrons (oxigênio e sulfatos) que aceleram os processos de bioremediação.


A oxidação química promovida pelo OBC tem duração média de 30 a 45 dias após a injeção do produto em subsuperfície, enquanto o processo de bioremediação pode durar de 12 a 18 meses.

  • Libera até 46% de oxigênio por peso
  • Promove a oxidação química dos contaminantes seguida de bioremediação
  • Solubilidade de 40% em peso para o composto a base de persulfato
  • Oferecido em pó em baldes de 14Kg
  • Produzido nos Estados Unidos e aprovado em dezenas de estados dos EUA para uso em remediação de solo e águas subterrâneas
  • Suporte técnico para dimensionamento pela Clean Environment Brasil

Tipo de Contaminantes Tratáveis pelo OBC

BTEX

1,4 Dioxano

MTBE

PCBs

PAHs

Pentaclorofenol

Etenos Clorados

Etanos Clorados